Pesquisar neste blogue

sexta-feira, novembro 12, 2010

comunicação prioritária

No dia em que uma revista de escândalos faz capa sobre o modus operandi das empresas do PSI20 às quais o governo presta serviço (1), a RTP foi industriada para dar tempo de limpeza de imagem em horario nobre ao banqueiro decano da organização privada do Estado. Mas o que mais nos pode espantar é que um cavalheiro tão fino empregue linguagem tão vernacular para entregar recados básicos: "Corridos"? Disse em directo Ricardo Salgado que "se os executivos dessas empresas não cumprirem os objectivos fixados pelos accionistas (maioritariamente estrangeiros, que exigem o máximo de lucros livres de impostos) são pura e simplesmente corridos..."

(1) Artigo de referência: "PT e accionistas não pagam impostos com a conivência do governo", Eugénio Rosa no Resisitir
.

4 comentários:

Anónimo disse...

F da P

Karocha disse...

Vi a entrevista, o Dr. Ricardo estava estranho xatoo!

Manolo Heredia disse...

O homem anda drogado. É para esquecer que vai ser corrido pelos "mercados", quandos estes exigirem a consolidação do passivo do banco.

Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/