Pesquisar neste blogue

quarta-feira, abril 16, 2014

o "impulso jornalistico" na conversa em familia

A entrevista de Passos Coelho ao "jornalista" Gomes Ferreira foi uma conversa entre dois bons amigos, além do mais, ensaiada previamente durante toda a tarde entre os dois para tele-parvalhões assimilarem duas opiniões privadas que por decência nunca deveriam ter sido tornadas públicas. Ainda assim houve um "descuido": o assalariado do Balsemão para a área económico-financeira distraiu-se e sobre o programa de austeridade perguntou ao convidado do Bilderberg "porque não tinha ido mais longe?" e passado momentos insistiu na pergunta - o outro franziu o sobrolho, como quem diz: "isso não estava combinado", o que levou o "jornalista" a sentir falta de força nas pernas, obrigando-o a titubiar frouxamente: "Desculpe, foi um impulso jornalistico". Ora, "quando um jornalista pede desculpa por fazer jornalismo, está tudo dito" - o Rui Tavares explica o equivoco

4 comentários:

Anónimo disse...

Autêntica "conversa em família" a fazer lembrar o Marcelo Caetano só que agora é mais perigosa porque é encenada para melhor enganar o povo.
VIU

Anónimo disse...

A Boa Nova: http://politikus.ru/

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.