Pesquisar neste blogue

segunda-feira, janeiro 31, 2011

submarino ao fundo

Olhando bem para a massa crítica das massas envolvidas, quem acaba por tramar mais o país são os portugueses. A alegada burla cometida pela empresa alemã contratante com o Estado português para o fornecimento dos submarinos chegou a semana passada a Tribunal. Segundo o despacho de acusação do Ministério Público os dez arguidos indiciados, 3 alemães já indiciados no processo de corrupção que corre na Alemanha, e sete portugueses, causaram ao Estado português um prejuizo de 34 milhões de euros, pela falsificação de documentos de propostas de contrapartidas devidas e não cumpridas.

Como os documentos são falsos o Estado não tem base legal alguma para invocar o cumprimento do contrato. Como diz o povo: vai-se agarrar ao totta, que como já foi vendido nada tem também a ver com o assunto. Obviamente, tudo vai acabar num acordo entre as partes, Ferrostaal e Estado Português, acordo prejudicial à parte mais fraca em acção de graças pelo sacro-santo direito global das omnipresentes multinacionais. Porém, para inicio de missa, o magistrado a quem foi distribuido o processo refere o complot como "a execução de um plano criminoso"... e vamos lá a ver: o Ministro sob as ordens de quem se assinou este contrato fraudulento não tem também que ser chamado a prestar contas à Justiça?, (ou o anjinho não sabia de nada?)
.

domingo, janeiro 30, 2011


Egipto: tesouros de 5 séculos de História ameaçados


vitrines vandalizadas, estátuas em pedaços, sarcófagos destroçados, peças roubadas, cacos espalhados pelo chão... são o resultado de actos de vandalismo de larápios e criminosos sobre o Mudeu Egipcio que não têm nada a ver com as manifestações em curso - as imagens foram mostradas pela Al-Jazeera (que Mubarak de seguida proibiu de actuar no país). Ontem pela noite um cordão de protecção foi formado por voluntários civis e militares das forças armadas em redor do museu. Enquanto isso, a policia de segurança pública, à qual cabe a segurança pública, anda ocupadíssima com a guerra contra o povo



"Atingido o ponto de não retorno. A policia foi expulsa da rua, o exército toma conta da situação. Milicias populares encarregam-se da segurança pública. Temendo a hegemonia da Irmandade Muçulmana, os EUA estudam o apoio a ElBaradei"

.

Solidariedade com o Povo Egipcio

"Aqueles que tornam as revoluções pacificas impossiveis tornam as revoluções violentas inevitáveis" (John F. Kennedy)

O governo dos Estados Unidos "está a repensar" a ajuda de 1,5 biliões de dólares anuais que concede à ditadura Egipcia como muro de contenção do mundo árabe contra o Estado Sionista de Israel. A maioria desse dinheiro é gasto na compra de equipamento militar. Quando o governo encomenda blindados para a policia civil tem plena consciência do uso que lhes dará. Há noticias de militares que se juntam aos manifestantes. Quanto aos drogados cães da bófia é que não há nada a fazer: bem treinados, estão dispostos a matar o seu próprio povo...



.

sábado, janeiro 29, 2011

o Estado e a Riqueza

"Um patriota deve estar sempre pronto a defender o seu país do seu governo" (Edward Abbey)

"Uma Nova Forma de Pagar a Dívida", gravura holandesa, 1786

“Desde o advento da civilização, chegou a ser tão grande o aumento da riqueza, assumindo formas tão variadas, de aplicação tão extensa, e tão habilmente administrada no interesse dos seus possuidores, que ela, a riqueza, se transformou numa força incontrolável, oposta ao povo. A inteligência humana vê-se impotente e desnorteada diante da sua própria criação. Contudo, chegará um tempo em que a razão humana será suficientemente forte para dominar a riqueza e fixar as relações do Estado com a propriedade que ele protege e os limites aos direitos dos proprietários. Os interesses da sociedade são absolutamente superiores aos interesses individuais, e entre uns e outros deve estabelecer-se uma relação justa e harmónica. A simples caça à riqueza não é a finalidade, o destino da humanidade, a menos que o progresso deixe de ser a lei no futuro, como tem sido no passado. O tempo que transcorreu desde o inicio da civilização não passa de uma fracção ínfima da existência passada da humanidade, uma fracção ínfima das épocas vindouras. A dissolução da sociedade ergue-se, diante de nós, como uma ameaça; é o fim de um periodo histórico – cuja única meta tem sido a propriedade da riqueza – porque esse periodo encerra os elementos da sua própria ruina. A democracia na administração, a fraternidade na sociedade, a igualdade de direitos e a instrução geral farão despontar a próxima etapa superior da sociedade, para a qual tendem constantemente a experiência, a razão e a ciência. Será uma revivescência da liberdade, igualdade e fraternidade das antigas uniões em comunidades gentílicas, mas sob uma forma superior”
(Lewis H. Morgan, “Ancient Society”, 1877)

Martha Rosler, "Invasion", 2008
.

sexta-feira, janeiro 28, 2011

Neoliberalimo: Game Over

Pela primeira vez na história quase toda a Humanidade está politicamente activa, politicamente consciente e politicamente interactiva... O activismo politico global que daí resulta está a gerar uma insubmissão em questões como a dignidade pessoal, respeito pelas culturas e oportunidades económicas, num mundo dolorosamente aterrorizado pelas memórias de longos séculos de dominação colonial e imperialista.
O desejo pela dignidade humana em todo o mundo é o principal desafio inerente ao fenómeno do despertar politico global... Esse despertar, face aos descomunais meios de repressão que enfrenta, não pode ser outra coisa senão socialmente massivo e politicamente radicalizado.
A proximidade provocada pelo acesso universal às rádios, televisões e principalmente o incremento da Internet livre (1) estão a criar uma comunidade que partilha percepções e desejos, que percebe que pode ser galvanizada e encurralada por politicas demagógicas e paixões religiosas. Esta nova forma de energia transcende fronteiras e coloca um desafio duplo, tanto para a existência dos Estados, como para a existência da hierarquia global em cujo topo de insegurança repousa o controlo politico- económico- militar detido pela burguesia transnacional que se acoita nos Estados Unidos... os pequenos idiotas do poder clientelar da clique dirigente instalada em Portugal agem no sentido de apoiar esse poder imperial decadente... como se pudessem parar o tempo e o progresso na libertação do Homem

maré alta para a venda de material de repressão policial

leitmotivs já nossos bem conhecidos: o aumento do custo de vida, o desemprego, a corrupção e o autoritarismo

"A força fez os primeiros escravos, a sua cobardia perpetuou-os" (Jean-Jacques Rousseau)

O mundo arabe é assim; estamos uma hora ou mais na paragem de autocarro e não aparece nenhum; depois, no fim da seca, aparecem dois ou três juntos... Conforme aconteceu na Tunisia, onde o ex-ladrão chefe do governo era considerado o modelo de cliente para o imperialismo norte americano, calha agora a vez de a Mubarak no Egipto ser apontada a porta do avião para o exilio dourado... ou talvez nem venha a ser preciso pedir-lhe a extradição, se o povo tomar providências de imediato


quinta-feira, janeiro 27, 2011

Julgamento do caso BPN

"A justiça é como uma teia de aranha: retém os insectos pequenos, enquanto os grandes rebentam com a teia e ficam livres" (Sólon)

BPN já estava falido quando Cavaco comprou acções

O depoimento do inspector Paulo Silva ajudou os juízes a perceber o papel da empresa off-shore Venice, criada para servir de plataforma ao financiamento das empresas do grupo SLN e à compra e venda de acções (...) a situação financeira do grupo era já muito precária, com mais de metade do capital a descoberto quando as acções da familia Cavaco Silva, dois anos depois de terem sido compradas ao preço especial de 1 euro para amigos, regressam às mãos da SLN a valer 2,4 euros cada uma: ou seja, com 140% de valorização em apenas dois anos, o banco já estava em situação de falência, mas isso foi escondido pelos próprios administradores que continuaram a desviar dinheiro para si e para os amigos (...)

Paulo Silva ajudou os juizes a perceber o papel da empresa off-shore Venice, criada para servir de plataforma ao financiamento ficticio das empresas do grupo SLN e à compra e venda de acções (...) "Se esta situação fosse revelada, era o desmoronar do próprio grupo, pois não haveria capital suficiente", afirmou o inspector que também trabalhou na "operação furacão", que descobriu o maior esquema de fuga ao fisco investigado até hoje. (Esquerda Net)

Manipulação ao mais alto nivel. Imagine-se o impacto desta noticia, caso viesse a público dada pela legitimidade de um Tribunal antes das eleições (como estava agendado), e o julgamento não tivesse sido adiado para o dia seguinte após a "vitória" de Cavaco
.

quarta-feira, janeiro 26, 2011

Bloco Central. Ponto da Situação.

- Marques Mendes: "(Nas eleições) o maior derrotado foi Manuel Alegre que teve um resultado vergonhoso, depois de uma campanha miserável"
- O conselheiro de Estado António Capucho avisa: "Cavaco Silva não vai tolerar situações que até agora passaram incólumes (...) O primeiro ministro é cada vez mais minoritário e isso é um dado essencial. Por outro lado já existe no espectro partidário uma claríssima alternativa maioritária"
- Angelo Correia: "Se a execução orçamental falhar o Presidente deve dissolver o Parlamento"

- Os Lellos do P"S" lançam a culpa da derrota previamnete concertada para a estratégia de "aliança" com o Bloco de Esquerda.
- O BE, com a ganância dos lugares à mesa do orçamento numa presumivel aliança com um P"S" menos neoliberal, condenou à partida a candidatura de Alegre com um apoio prematuro. De qualquer modo, uma solução de indole meramente social democrata seria incapaz de reverter a situação de crise capitalista.
Mário Soares, o eterno bonzo do regime e falsa antitese do Cavaquismo, saiu do "silêncio voluntário" (e sacana) e vem agora, pós acto eleitoral consumado, advertir para o "erro de Sócrates, grave , sobretudo, para o futuro do PS, visto que ia dividi-lo, como aconteceu"

- Feitas as contas, os resultados concretos: o Estado vai pagar 2 milhões à campanha de Cavaco Silva (o Estado é ele), 790 mil à de Manuel Alegre (que recebe mais 1 milhão dos partidos que o apoiaram) e 620 mil ao candidato soarista Fernando Nobre.
- Entretanto, espere-se pela pancada de mais austeridade: o país precisa do refinanciamento de 72 mil milhões de euros até 2013, e mais quatro a cinco anos de consolidação orçamental, segundo informou o economista chefe do Citigroup, o mesmo patrão a quem o PSD de Ferreira Leite hipotecou a dívida para salvar o défice no seu tempo
Até Novembro de 2010 o volume da dívida vinha
aumentando
à média de 1,9 milhões de euros por dia
.

enriquecimento lícito

o jovem professor doutor Paulo Pinto de Albuquerque, formado em direito teológico pela Universidade Católica, que foi o primeiro signatário da petição do "Correio da Manhã" contra o enriquecimento ilícito, acaba de ser eleito juiz do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Vai ganhar 14 mil e tal euros mensais. Os altos cargos de figura presente à sombra da bananeira da União Europeia são sem dúvida um bom caminho para a saída da crise do capitalismo. Eis o remédio: cada um por si deve, individualmente, descobrir o percurso mais curto para o enriquecimento lícito

Socialist Resistance: "Uma estratégia para a esquerda europeia : "Entramos agora na segunda fase. Depois de ter passado a dívida do privado para o público, vão agora fazê-la pagar pelos trabalhadores"
.

terça-feira, janeiro 25, 2011

a Tunisia e os métodos do costume

Que espécie de meios de comunicação está o governo interino a tentar promover? visto pelo cartoonista Carlos Latuff

Apenas um modelo que coloca uma nova máscara democrática no antigo sistema ditatorial. O que deve ser suficiente para satisfazer as aspirações das classes médias promotoras da revolta. Com a ajuda económica da União Europeia a um Estado laico que contenha o radicalismo islâmico (e as verdadeiras aspirações do povo trabalhador), através de empréstimos bancários com juros que hipotecam o futuro lá mais para a frente
O governo interino da Tunisia, num ataque contra a liberdade de expressão, encerrou o canal de televisão mais popular e antigo do país, a HanibalTV, o qual tinha vindo a apoiar sem restrições as reinvindicações dos movimentos populares nas ruas contra o novo governo
ler também:
.
Cavaco foi eleito com o voto de 17,5% dos portugueses... é esta a verdade e é assim que temos de ver a "nossa democracia" neoliberal. Já era tempo de os outros 82,5% dos Portugueses tomarem a iniciativa de fazer qualquer coisa...
.

segunda-feira, janeiro 24, 2011

não é novidade que nem sempre falo verdade

A primeira reacção de Cavaco Silva ao confirmar a continuidade do seu projecto politico para o país foi responder àquilo a que antes se tinha negado a esclarecer: que esta tinha sido “a vitória da verdade contra a calúnia” – procurando assim fazer desaparecer por magia a rejeição da maioria da opinião pública ao actual modelo dito “democrático” – para concluir com um exemplo do que se desenha no horizonte próximo como o modelo de “magistratura activa”: o pidesco apelo à divulgação dos nomes (de jornalistas) responsáveis pela “campanha suja”

Não está de modo algum comprovado que os graves actos de corrupção que compro- metem Cavaco Silva sejam meras calúnias – e este método de julgamento de julgamento ilibatório pseudo judicial extraído da comparência do acusado perante urnas de voto popular (ainda por cima onde a maioria se abstém) é deveras doentio. Foi a votos, ganhou, ficou inocente - nada melhor que o "julgamento popular". Já assim foi com Sócrates: a maioria eleitoral que o reelegeu para 1º ministro “ilibou-o” dos crimes de corrupção praticados no Caso Freeport; foi assim com o ex-ministro de Durão Barroso titular de mirabolantes contas bancárias na Suiça, com Valentim Loureiro, Felgueiras, e assim continua com Cavaco

É este o espírito nacional. A maioria do povo, subliminar- mente, gostaria de poder roubar tanto (e ludibriar o fisco) com uma metodologia tão limpa quanto o fazem impunemente os “nossos representantes”. Assim, a maioria do povo ofereceu a iniciativa a Cavaco – não perguntem à maioria que vive de expedientes e não trabalha num paradigma de produção consistente o que podem fazer pelo país; perguntem antes a Cavaco o que pode fazer por si, que é um trabalhador. A resposta é Nada!
.

causas perdidas por um lado, dinheiro em caixa por outro

"Sem um candidato com um programa popular, não havia nada a disputar. Ganhe quem ganhar a burguesia já venceu. Por isso o melhor resultado para os trabalhadores e os deserdados deste país será uma grande abstenção.
Uma abstenção que cause incómodo e amesquinhe a vitória do vencedor
".

Os meios que fazem o escrutinio mediático do acto eleitoral não levam nada em conta esta opinião do colectivo "Politica Operária" - ainda não passaram dois pares de horas do primeiro comunicado sobre os resultados e já o tema "abstenção" (53,37%) saiu de cena. Como era expectável, ninguém o refere e fazem-se as contas aos que não faltaram. Dos 9.600.000 votos possiveis, mais de metade não compareceu ao acto. Os brancos e nulos subiram de 2 para 6 por cento. Dos 4,5 milhões que sobram Cavaco obtém pouco mais de 2 milhões de votos - e o que daqui se poderá esperar é, nos termos sugeridos por José Manuel Coelho, que Cavaco Silva e os corruptos que o acompanham deverão começar a trabalhar de imediato no sentido de criar um governo formado por amigos hábeis a ganhar dinheiro
.

domingo, janeiro 23, 2011

depois da reflexão... periodo de acção

Na caixa de comentários do post anterior alguém pergunta se é verdade que os votos em branco e os votos nulos não têm influência no apuramento dos resultados. É tão verdade que esses votos são votos perdidos, não contam para nada, que a Comissão Nacional de Eleições se viu obrigada a fazer um comunicado para esclarecimento. Repetindo o que se disse atrás pela voz da CNE: "Será sempre eleito, à primeira ou segunda volta, o candidato que tiver mais de metade dos votos expressos, qualquer que seja o número de votos brancos ou nulos"

logo, a razão porque se opta por ficar em casa, tem a ver com uma escolha concreta. Pulido Valente na sua coluna de ontem no Público, saboreou antecipadamente o resultado: "Há quem não perceba a diferença entre uma coligação pré-eleitoral (que o actual presidente patrocina de forma oculta) e uma coligação pós-eleitoral entre o CDS e o PSD" (que o actual presidente se apressaria de imediato a legitimar em nome de uma vitória eleitoral caso fosse reeleito, embora, como forma de repulsa ao regime, a grande maioria dos portugueses tenha feito greve ao acto eleitoral). Agora escolha, ou a possibilidade de dar a volta à situação, ou escolher por falta de comparência a solução fascista integrada na nova ordem mundial - nestas eleições presidenciais podem votar mais de 9,6 milhões de pessoas, e sabemos que a grande maioria não são gente de direita
.

sábado, janeiro 22, 2011

período de reflexão

"Os votos em branco e os votos nulos não têm influência no apuramento dos resultados; Será sempre eleito, à primeira ou segunda volta, o candidato que tiver mais de metade dos votos expressos, qualquer que seja o número de votos brancos ou nulos" (CNE)
Vai-se ver (as manipulações eleitorais que deveriam ser proibidas por lei)... e a margem de erro nas diversas sondagens que têm sido publicadas têm um intervalo de confiança entre 39,55% a 71,23%

Que fazer frente ao boletim de voto? Não pôr a cruz no primeiro candidato que foi levado ao colo para o lugar de topo do boletim. Vote em qualquer um menos nesse. Ou quer continuar a ter como presidente um xico-experto como o protagonista da história que a "Visão"* vem agora contar?:

"O casal Cavaco Silva (cerimoniosamente identificados com os títulos académicos de "Prof. Dr." e "Dra") entregava a sua casa de férias em Montechoro, Albufeira, e recebia em troca da Constralmada - Sociedade de Construções Lda uma nova moradia no mesmo concelho. Ambas foram avaliadas pelas partes no mesmo valor: 135 mil euros. Este tipo de permutas, entre imóveis do mesmo valor, está isento do pagamento de sisa, o imposto que antecedeu o IMI, e vigorava à época (...) A vivenda Mariani, mais pequena, e que na altura tinha mais de 20 anos, foi avaliada pelo mesmo preço da Gaivota Azul, com uma área superior (mais cerca de 500 metros quadrados), nova, e localizada em frente ao mar" (Visão)

* (logotipo retirado do alegro.blogs.sapo.pt)
* ouvir também, no video "as ligações perigosas do cavaquismo" exlicadas por Paulo Pena, jornalista da revista Visão, sobre a investigação que levanta novas dúvidas sobre o compadrio entre Cavaco e os homens fortes do BPN/SLN
.

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Acordai, porque na segunda feira é tarde

"O sistema está corrompido e precisa de ser mudado. A dificuldade reside, sobretudo, aí: como se pode enfrentar essas forças que, mesmo moribundas, dispõem de um poder inaudito?" (Baptista Bastos)

Não é aceitável que nos obriguem a aceitar passivamente a imposição de uma (des)ordem assente em mentiras

Um só voto pode fazer a diferença. A abstenção e os votos nulos e brancos são votos a favor de Cavaco Silva. A mobilização maciça do eleitorado de esquerda e democrata para eleger Manuel Alegre, derrotando Cavaco Silva, é, nas condições presentes, um passo de extraordinária importância (...) É certo que não há que ter ilusões sobre o facto de que a eleição de Manuel Alegre para Presidente da República não resolverá os graves problemas que estão a mergulhar cada vez mais os trabalhadores portugueses e as suas famílias na fome, na miséria e no desemprego. Só a luta revolucionária das massas trabalhadoras poderá impôr uma solução de Governo do Povo e para o Povo.

Porém, "é inegável que o objectivo fundamental dos trabalhadores e dos democrata nestas eleições deve ser o de impedir que a Direita eleja Cavaco Silva e à primeira volta. Por tudo aquilo que este representou e representa (da destruição de grande parte da nossa Indústria, da nossa Agricultura e das nossas Pescas, da política de betão e da especulação financeira, da repressão policial de manifestações e de perseguição a dirigentes associativos, sindicais e políticos), e cuja memória, aliás, não devemos permitir que seja apagada.
É um facto que de uma forma geral, a Esquerda tem sido sempre sociologicamente superior à Direita (sendo que, nas eleições legislativas, é o método de Hondt que tem permitido que minorias percentuais se transformem em maiorias absolutas de mandatos). E também que a abstenção normalmente atinge mais a Esquerda que a Direita.

Os votos nulos e os votos em branco não são considerados votos validamente expressos, tornando assim possível a obtenção de maiorias absolutas com menos votos. É por tudo isto que a abstenção e os votos nulos e brancos, independentemente das intenções de protesto que lhe estejam subjacentes, constituam afinal autênticos votos a favor de Cavaco Silva"
(António Garcia Pereira)
.
a grande concertação neoliberal

Carlos Vidal no 5Dias: "Só por pura desgraça é que não se vê aqui uma e a mesma pessoa"

Uma agência de notação financeira ao serviço do imperialismo avisa: "2011 irá ser um ano particularmente dificil para Portugal". Os sinais que os paises mais débeis serão obrigados a abandonar o euro são cada vez mais focados. A menos que a China e outras economias emergentes venham a salvar a situação pela sua entrada nos fundos soberanos de ajuda aos paises em dificuldades (por esta ordem: Grécia, Irlanda, Portugal, Espanha, Bélgica, Itália, França), não se compreende qual foi a expectativa dos dirigentes neoconservadores portugueses em presumíveis beneficios pela assinatura do Pacto das Lages

Haverá ainda parte do rabo do gato escondido? provavelmente... para resolver a crise esperar-se-á uma jogada como a que foi feita em vésperas da entrada dos Estados Unidos na 2ª GrandeGuerra, quando a súbita desvalorização intencional do dólar deixou os credores da dívida externa agarrados a menos de metade do valor dos titulos da moeda que possuiam. É numa ética gangster-capitalista que a Direita, liberal ou neocon, aposta com a re-eleição de Cavaco Silva, para que o essencial do actual paradigma possa ser salvo, mais regulado e preservado na exclusividade do negócio de emissão de dívida odiosa sobre os povos. Odiosa porque só as elites nacionais beneficiam do esquema de submissão global ao dólar. É essa a direcção do voto em Cavaco: permitir a conservação da mesma situação que temos tido.

Capitalismo e Assassinos Económicos: modo de actuação



A menos que a China venha em auxílio da UE, como tudo indica, Portugal, Irlanda e Grécia, serão forçados a abandonar a eurozona (Domingos Ferreira, Público, 20/1)
.

quinta-feira, janeiro 20, 2011

o Banqueiro dos Povos e a OPA às decadentes elites ocidentais

Os bancos (propriedade do Estado) da República Popular da China já emprestam mais dinheiro que o Banco Mundial/Fundo Monetário Internacional. Mais interessante ainda são as diferenças entre o sector público e o privado: o investimento das empresas chinesas noutros paises (fortemente apoiadas pelos bancos estatais), foi de 50 mil milhões de dólares em 2010 (mais 36 por cento que no ano anterior, com tendência para aumentar no futuro, uma vez que a China valorizando fundamentalmente a componente social "Trabalho" possui US$2.000.000.000.000 dólares acumulados em divisas estrangeiras). Os investimentos norte americanos na China em 2010 atingiram 60.500 milhões de dólares, os investimentos chineses nos EUA foram de 440.000 milhões

Evolução da balança de pagamentos nas importações-exportações entre a China e alguns paises:

Estados Unidos..1992: 3,3% - em 2010: 14,3%.
Argentina...........1992: 1,1% - em 2010: 9,7 %.
Brasil .................1992: 0,9% - em 2010: 14%.
Reino Unido........1992: 0,6% - em 2010: 6,2%.
Coreia do Sul......1992: 4,0% - em 2010: 22,8%.
Japão..................1992: 5,0% - em 2010: 20,4%.
Nigéria................1992: 0,5% - em 2010: 6,9%.

Hu Jin-Tao em Washington. Questões pendentes: Segundo um telegrama revelado pela Wikileaks, atribuido a Hillary Clinton numa conversação sobre a China em 2009, a secretária dos EUA teria confidenciado ao então primeiro australiano Kevin Rudd: "¿Como se pode tratar de forma dura o nosso banqueiro?" - efectivamente, os executivos do falido neoliberalismo bem precisam de ajuda: "se John Maynard Keynes tem razão, 2011 pode muito bem ser o ano de uma segunda recessão" a acrescentar àquela que temos actualmente em curso...

(fonte dos dados estatísticos: Marcelo Justo/BBC)
.

quarta-feira, janeiro 19, 2011

campanha suja

A mansão de Cavaco Silva na praia foi adquirida a uma eminência parda do pato-bravismo nacional, através de uma permuta realizada com verbas a passar em fuga ao fisco por off-shores - este individuo, "o empresário" Fernando Fantasia, foi convidado e faz parte da Comissão de Honra para a reeleição do presidente Cavaco Silva. Como o "candidato com fama de sério" não desiste das insinuações de que nada tem a ver com o escândalo BPN nem com a holding SLN que ressalvou milhões para serem pagos pelo erário público, o julgamento do gestor cavaquista Oliveira e Costa foi ontem adiado para o dia 24 de Janeiro, um dia depois das eleições. Para que o caso não cause muitos danos à imagem do ex-investidor na SLN alguém na "Justiça" se prontificou a dar uma mãozinha...

Este, junto com a manipulação das sondagens, são sinais de que o cozinhado para que não haja 2ª volta está já em fase de apuramento - e no entanto, a indignação contra a corrupção, os lucros chorudos e a falta de julgamentos politicos agita surdamente a opinião pública - de facto, desde o inicio da campanha Cavaco Silva perdeu 16,8 pontos percentuais das intenções de voto, dado cuidadosamente ocultado dos Media.
E você? como explorado vai faltar, abster-se e pactuar com o grupo sem escrúpulos que o explora através do saque ao erário público?
.

terça-feira, janeiro 18, 2011

Badioulogia

O correspondente à Obamania - que veio implementar a alienação das classes populares no Ocidente – é o desprezo pela Revolução das elites intelectuais da esquerda burguesa, indivíduos avulso convencidos de que só eles são dotados de inteligência. Para estes o novo ídolo é Alain Badiou, que se reclama do Comunismo, “essa velha palavra magnifica”, para cujas condições de concretização objectiva, o novo filósofo-coqueluche reclama uma verdadeira igualdade entre indivíduos, numa ruptura radical com o consenso democrático. Palavras.

O que querem aqueles que não querem nem a Virtude nem o Terror, a não ser a democracia desigual?" (Saint-Just)

qualquer Homem é dotado de razão, cabendo à Sociedade, designadamente através do Ensino, dar-lhe os meios de aprender a usá-la” (Platão)

“Os desejos dos individuos ultrapassam frequentemente as fronteiras permitidas pelas condições e capacidades objectivas existentes, em determinado grau de desenvolvimento. É preciso impôr aos indivíduos um limite, baseado na disciplina social da comunidade e regras nesse sentido livremente aceites por todos - Criminosos e Génios são sempre alvo de uma censura Moral que exprime a média social” (O Marxismo, Henri Lefebvre)

Evelyne Pieiller (no LeMondeDiplomatique, edição Janeiro 2011, pag. 19) encarrega-se de desmontar a nova mitologia Badiou que “tem como programa politico a definição auto-gestionária do Possível”, isto é, integrada no actual sistema que “liga o capitalismo à democracia representativa, ou seja, o “possível” encerrado dentro da propriedade privada. Para Alain Badiou os apelos à moralização do sistema já não bastam, a falsa escolha oferecida tanto pelo Liberalismo como pelo Reformismo é ilusória, porque radica na estupidez do número, ou seja, na escolha obrigatória da lei da maioria que não admite inimigos que tentem alterar as regras do jogo para lá da mundovisão da classe dominante (que nega a existência da luta de classes). Alain Badiou também não. Diz ele que devemos usar a filosofia – ao filósofo compete guiar o politico, não atendendo à diferença do modo de produção social da antiga Grécia, quando Platão o sugeriu (1) – para provocar “acontecimentos” que de “repente façam aparecer uma possibilidade de mudança radical que era invisível ao mesmo impensável”. De onde vem a capacidade para cada um sair da caverna do seu ego (numa sociedade constitucionalmente individualista sufragada universalmente pelo sufrágio de egos) para nos desprendermos de repente do erro e saudar a verdade?

“Os costumes e as morais do passado foram sempre construidas em nome de designios misteriosos, por potências obscuras; foram portanto críticas morais teológicas ou metafísicas, em nome de um imperativo transcendente. As acções conformes à disciplina assumem o prestígio do mérito, da graça e da virtude. As acções contrárias recebiam os estranhos nomes de pecado, falta e mancha na reputação. É preciso desmontar o mecanismo de alienação moral reflectido no direito burguêsa Realidade não é estática, fornecida pelas Autoridades dada e acabada - o Real é Devir e portanto, Possibilidade” (Marx)

Quanto ao iluminismo badiouano, se não é uma abstracção, trata-se de uma conversão, ao estilo de uma revolução religiosa (2), um paradigma confessional ao qual Badiou dá o nome de “hipótese comunista (3), ou o outro nome do Amor”, “essa experiência pessoal da universalidade possível” (4). Amar toda a gente ama, desde o burguês ao imigrante sem papéis. Não é portanto a classe trabalhadora (operária) como entidade transformadora que lhe interessa… mas sim a sua integração numa aristocracia de iluminados (mais uma vez Platão, no longínquo dia em que todos serão filósofos). Diz Badiou: “o comunismo deverá, para existir, dotar-se dos meios necessários para controlar o domínio da identidade” – ora, não é disso mesmo que trata a informática do ministério da segurança interna? Trata-se apenas de mudar o ministro por um outro que se diga comunista?

(1) Platão: “Os males dos homens não serão extirpados antes que a raça dos filósofos autênticos e puros chegue ao poder ou, então, que os chefes da cidade, por qualquer graça divina, se lancem a filosofar

Evelyne Pieiller termina a recensão crítica arrasando a nova “aristocracia de iluminados”, assim: “No imediato este “comunismo” quase não perturba a ordem estabelecida. Os ataques contra um sufrágio universal “populista” só podem satisfazer os adeptos da “boa governação”, que raramente são revolucionários; a rejeição de qualquer acção no quadro de um partido ou de um sindicato só pode agradar aos defensores do sistema. Mas, sobretudo, a afirmação espiritualista de uma revelação da verdade absoluta parece já não oferecer senão um comunismo desembaraçado do Marxismo, tão retirado do contexto histórico como engalanado com o charme politico das utopias inofensivas

(2) "Religião e Revolta", Alberto Toscano
Bibliografia de Alain Badiou:
(3) L`Hypothèse Communiste” (2009)
(4) Éloge de l`Amour” (2009)
(5) Sarkozy é Nome de Quê?” (2007)
(6) Second Manifeste pour la Philosophie” (2009)
(7) L`Explication” (2010)

segunda-feira, janeiro 17, 2011

a criminalização de individuos politicamente radicais no âmbito da Nova Ordem Mundial

"O acordo entre o governo de Portugal e a adminstração Obama dos EUA sobre partilha de dados pessoais de cidadãos portugueses assinado em 2009 ainda não foi ratificado pela Assembleia da República nem é conhecido pelos deputados, mas já foi publicado nos EUA. Abrange dados de cidadãos portugueses que nada fizeram e não exclui casos passíveis de pena de morte"

Rui Pereira garantiu que "o acordo salvaguarda a lei nacional". Mas, até ser descoberto no site americano, o seu texto era secreto. O acordo foi firmado à revelia do conhecimento do actual Presidente da República? o quem tem Cavaco a dizer sobre o assunto?
.

rejeitar Cavaco, logo à primeira volta

Reconsiderando que não podemos ficar de braços cruzados à espera que a Direita eleja Cavaco e à primeira volta, também que a abstenção e o voto em branco só servirão para tal eleição, e ainda que a tarefa principal do Povo é derrubar o Governo de Sócrates e impedir que a alternativa seja ou um Governo PSD/CDS ou um governo de iniciativa Presidencial, Garcia Pereira (PCTP/MRPP) apela ao voto em Manuel Alegre!
"Muita gente começa a compreender agora
aquilo que está verdadeiramente em jogo"
É tempo de somar e unir, 50% dos anti-neoliberais+1

José Eduardo Martins, deputado do PSD queixa-se frente a uma câmara de televisão que ainda não tinha conseguido cumprimentar Cavaco. Queria ele dizer na dele que “a pequena-grande multidão” que rodeia o candidato na campanha seria uma avalanche de gente pronta-a-ovacionar o actual presidente. Desenganem-se, aquela gente toda faz parte da equipa de segurança de Cavaco, por isso é que ninguém lhe pode chegar ao pé – salvo um ou outro indigente, barrasco semi-analfabeto ou assessor-actor de marketing, criteriosamente seleccionado para “aparecer” a enaltecer virtudes virtuais, inexistentes.

A falta de comparência às urnas do voto de “protesto contra o sistema corrupto não terá qualquer efeito no apuramento dos resultados

Joaquim Jorge, fundador do “clube dos pensadoresneoliberais&afins vem dizer que estas eleições custam aos cofres do Estado 9,5 milhões em logística e subsídios às campanhas. Por isso acha que é melhor eleger Cavaco logo à primeira volta (por que não Alegre?). Assim, no Público faz a apologia da corrida ao voto no candidato da direita, contra a abstenção: “nas eleições legislativas, o voto em branco juntamente com o voto nulo tornaram-se a sexta força mais votada; contudo o seu efeito prático é inexistente. Ninguém fica na AR a representar os votos em branco. Nas presidenciais, porém, a abstenção pode obrigar a que haja uma segunda volta, o que pode ser fatal para Cavaco Silva. O que é mentira: não ir votar contra Cavaco Silva é que pode efectivamente beneficiar a sua clientela de apaniguados, caso ele fosse reeleito.
Há exemplos: Sampaio foi eleito na primeira volta com 49,7% de afluência às urnas. Freitas do Amaral não conseguiu ser eleito à primeira volta por uma unha negra, porém na segunda volta perdeu para Mário Soares que uniu toda a oposição contra os conservadores

* a luta contra a miséria no Magrebe: Não é por se ter espantado um abutre que se deixa de sonhar com a primavera - o regime pretende continuar a exercer o Poder no "período de transição" pelas mãos do mesmo partido responsável pela ditadura de duas décadas. A União Europeia já se ofereceu para "ajudar" nas "eleições".
* Distúrbios contra o Custo de Vida e o Desemprego 2011
* O mesmo tipo de revoltas estão mais perto de acontecer nos Estados Unidos do que muitos pensam
.

domingo, janeiro 16, 2011

shut the fuck up

Speak softly and carry a big stick(Theodore Roosevelt)
vá-se rindo, fale mansinho, mas esconda atrás das costas uma moca

a minha recandidatura «está a fazer com que os jovens se interessem mais pela actividade cívica e política do nosso país. Já perceberam que no dia 23 se joga a sua qualidade de vida do futuro» Cavaco Silva (Sol)

sábado, janeiro 15, 2011

Google censura canal de videos do site Cuba-Debate no YouTube

Esta última quarta-feira o site CubaDebate recebeu uma notificação do centro técnico do YouTube - propriedade da Google - no qual lhe comunicava que encerrava a conta dessa página nessa rede social devido a uma denúncia de infracção de copyright.
Referiam-se especificamente a um fragmento de vídeo da apresentação em Miami do Fundo Legal destinado ao terrorista Luis Posada Carriles, que tinha sido publicado recentemente a partir de material muito mais amplo que circulou na rede e havia sido reproduzido em vários sites livre de direitos de autor.

Devido à reclamação de uma pessoa que filmou o acto onde o ex-agente da CIA Posada Carriles anunciava que este ano estaria em Cuba e exigiria um pagamento pelos seus serviços - entre estes últimos o atentado a um avião civil cubano que custou a vida a 73 pessoas - diligentemente a Google desactivou o site da CubaDebate no YouTube. Nesse momento esse canal tinha mais de 400 vídeos e 1,6 milhões de downloads, desde a sua abertura há quase três anos.
Este atentado à liberdade de expressão deve ser energicamente denunciado, tanto mais que se trata de um país bloqueado cujo acesso à internet é por satélite e não dispõe de de recursos para ter servidores multimédia próprios. Um sitio a partir de onde não se pode comprar materiais exclusivos produzidos nos Estados Unidos, particularmente aqueles que revelam a impunidade dos terroristas em Miami e que, por essa razão, são relevantes para a produção de informação em Cuba.

Quem tenha seguido esses vídeos, sabe que a imensa maioria são filmagens originais e quando se utilizam outras fontes, são sempre devidamente identificadas.
Um facto extraordinário é que o YouTube está infestado de vídeos que apresentam informações manipuladas e tendenciosas sobre Cuba, com imagens roubadas do sitio CubaDebate no YouTube, sem que a Google os tenha retirado da rede, ainda que tenham recebido queixas a esse respeito. Proximamente o site CubaDebate publicará uma lista de sitios que utilizam sem consentimento esses materiais para os inserir em campanhas de diabolização da Revolução Cubana.
Entretanto a censura da Google desencadeou um movimento de solidariedade pelo restabelecimento do canal CubaDebate no YouTube
.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

levanta-te e caminha...


"Sim, é verdade que o comércio meteu a Natureza
em caixas com um preço. Mas tal não é terrivel nem
sequer desagradável. Bem pior são certas crianças
que arrancam uma das patas a um sapo que teve o azar
de servir de objecto aos exercícios ingénuos de seres vivos
com seis anos. Entre ser vendida inteira
por comerciantes careiros ou ser fragmentada por crianças
que não sabem o valor do dinheiro, a Natureza
optará sempre pelo pacífico capitalismo"

Gonçalo M. Tavares, “Uma Viagem à India” (pag. 113)

quinta-feira, janeiro 13, 2011

com Cavaco presidente a maioria dos portugueses ficou mais pobre. Onde é que anda o dinheiro que tem sido sonegado aos investimentos públicos?

?



"Espero que compreendam que eu não posso fazer comentários em público. " é a resposta de Cavaco Silva a todos os assuntos

Cavaco esconde escritura da sua casa na aldeia BPN

Em Albufeira, há uma urbanização especial, (na Praia da Coelha), onde têm casas Cavaco Silva, Oliveira Costa, Fernando Fantasia, da SLN, e Eduardo Catroga. A casa de Cavaco tem três pisos, seis quartos (cinco são duplos) e seis casas de banho, piscina e 1600 metros quadrados de área descoberta. O Presidente da República usa a casa desde o verão de 1999 e refere-a no registo que entregou no Tribunal Constitucional. Mas a escritura e a matriz não consta nem dos registos da Conservatória, nem do cartório notarial de Albufeira. Cavaco diz que não se lembra onde a assinou. Um seu colaborador disse à revista Visão que a propriedade foi adquirida “através de permuta com um construtor civil” cuja promoção de vendas, por acaso, era feita pela empresa Galvana, por sua vez controlada por duas empresas off-shore, a Griffin Enterprises Limited e Longin Limited, sedeadas em Gibraltar.

- logo, à falta da gravidade dos escândalos das ligações com o BPN, votar em Cavaco, é continuar a permitir a corrupção ao mais alto nível, e ainda votar no pato-bravismo nacional que trata dos negócios e da fuga ao fisco através de empresas off-shore

terça-feira, janeiro 11, 2011

aprender, aprender sempre

"o ensino privado foi uma conquista de abril" (comunicado dos bispos, face ao corte nos subsidios do Estado para escolas de cariz religioso)

Um significativo grupo corporativo de professores guardiães da sabedoria clássica pronta a engolir nas escolas, pensa que "a Wikipédia é a mais monumental colecção de disparates jamais coligida pelo espírito humano". Eles combatem a epidemia de cópias que os alunos retiram da internet a partir das quais apresentam trabalhos não originais em detrimento de formas de raciocinio originais clássicas. (o que implicitamente marginaliza a importância dos professores como mentores oficiais das élites dominantes). A verdade porém tem outras facetas. Eis três hipóteses de copiar conhecimento por comparação através da Internet sobre uma das entradas de pesquisa mais famosas do mundo: Jesus Cristo

1. Messianismo: "tudo o que Jesus Cristo é, tudo o que fez e sofreu por todos os homens, participa da eternidade divina, e assim transcende todos os tempos e em todos se torna presente" (do Catecismo da Igeja Católica)
2. Ateísmo: etimologicamente, o filho do grego “Theos” (Deus) nunca existiu. Aqueles que não acreditam em isoterismos colocam um "A" antes do Theos, considerando-se um “sem deus” Atheo (Ateu)
3. Wikipedia: “Jesus Cristo é a forma como a Bíblia se refere àquele cujos seguidores consideram Jesus o Messias, o Filho de Deus (transformado em carne humana). A expressão "Jesus Cristo" surge várias vezes nos escritos gregos da Bíblia, no Novo Testamento, e veio a tornar-se a forma respeitosa como os cristãos se referem a Jesus, um judeu que, segundo os Evangelhos, nasceu em Belém da Judeia” (Jesus Histórico)

Que fazem os professores com isto? nada, ou para não generalizar, quase nada! porém "não é aceitável que haja tanto saber produzido por dinheiros públicos que não seja vertido para as páginas da Wikipédia, onde pode ser encontrado, acedido, usado e enriquecido por todos. Seria natural que os professores das instituições de ensino fossem contribuintes regulares da Wikipédia, mas tal não acontece":

clique no recorte para ampliar