Pesquisar neste blogue

quarta-feira, julho 23, 2014

as sacanices de Barroso e os seus amigos nazis em Kiev

"Se não houver consequências e nada acontecer aos responsáveis pelo uso de um missil terra-ar para abater um avião civil com passageiros onde é que este mundo vai parar?", sentenciou cinicamente o nosso bem conhecido Durão Barroso. Esta triste figura finge que não sabe, mas um Presidente da Comissão Europeia honesto deveria saber que existem evidências de que o vôo MH-17 da Malaysian Airlines foi abatido por um míssil ar-ar disparado de um avião militar que se colou ao avião comercial sobre o espaço aéreo da República de Donestsk. As milicias populares que defendem o território do dominio do governo nazi da Ucrânia tem força aérea? ou é o Estado usurpado em Kiev que detêm os caças da força aérea?
"Um caça da Força Aérea ucraniana foi detectado a uma distância do Boeing malaio de entre 3 a 5 quilómetros", declarou numa conferência de imprensa o tenente-general Andrey Kartopolov, chefe dos Serviços de Operações Principais do quartel-general do Exército russo, citado pela agência Efe. A Rússia também afirma que um satélite de monitoramento norte-americano sobrevoava a região separatista onde o avião caiu no dia da queda. Moscovo pediu para os EUA divulgarem as imagens obtidas pelo suposto satélite" (BBC). Mas tais episódios nunca aparecem nos Media ocidentais de referência.  O que aparece frequentemente são as parvoices dos lideres da União Europeia destinadas a intrujar a opinião pública.

Tentando culpar a Rússia na re-edição da Guerra Fria em curso, Barroso congemina nova acusação afirmando que “a Rússia, desrespeitando todas as normas internacionais, anexou a Crimeia, o que é uma violação absoluta da lei internacional. A Rússia rinha reconhecido a independência da Ucrânia no fim da União Soviética (1991)”, isto quando de facto o estatuto da Crimeia tinha sido alterado desde Khrushchev em 1954 segundo determinados pressupostos. Ora os pressupostos acordados em 1991 (a segurança russa a partir da base militar-naval) com a recente ascenção do governo de extrema-direita na Ucrânia foram alterados...(Ionline)
 

Se quanto à credibilidade de Barroso estamos conversados, sendo conhecido desde o principio do arranjinho para o cargo na Europa como "mister Figurhead" e em Portugal como desertor vendido aos interesses da Alemanha, agora até o seu próprio partido o considera tão rasca, tão rasca, que nem para candidato ao lugar do Cavaco serve.

Devido às dificeis circunstâncias no território, a delegação de peritos internacionais e o seu séquito de repórteres só chegaram ao local dos destroços do avião MH-17 quatro dias depois do acidente. Na sequência da visita, em poucas horas uma fotografia obtida no local faz furor nas redes sociais mostrando um dissidente ucraniano de Donestsk que exibe um ursinho de peluche usado por uma das crianças vitimadas, como se exibisse um troféu por ter conseguido abater o avião.
 (à esquerda) frame do video mostra miliciano em sinal de respeito. À direita, a foto manipulada veiculada pelos media ocidentais (fonte: Russia Today)

Nem por azar, chegam por outros canais ao Ocidente a reportagem da cena filmada em video. A foto é obtida num momento relâmpago em que o miliciano segura no ursinho erguendo o braço exclama emocionado: "Queremos que esses filhos-da-puta vejam aquilo que abateram, estão a ver?" (e mostra o ursinho). Agora vejamos o que escrevem e difundem regra geral os "repórteres" do lado de cá ao serviço dos nazis de Kiev: “Os rebeldes estão a saquear os brinquedos das crianças, os mapas dos turistas, os cadernos dos empresários...(fonte: Rússia Today)
última hora
Um perito norte-americano que teve acesso às fotografias recolhidas por satélite dos EUA, acaba de afirmar que o Governo de Kiev está implicado no atentado que abateu o vôo MH-17 quando este voava sobre território da República Popular de Donetsk. (Ria-Novosti)

3 comentários:

Diogo disse...

Excelente post!

Quanto a Barroso, é bom lembrar a sua participação na cimeira dos Açores onde foi anunciado o holocausto iraquiano (devido às armas de destruição maciça e às ligações à al-queda…).

Anónimo disse...

E quando ele vendeu a preço irrisório uma data de toneladas do nosso ouro com a conivência do Vitor Constâncio? No dia a seguir o valor subiu em flecha...mas esta "incompetência" foi tão bem feita que vejam o prémio dado a cada um...e na "competente" Europa.

Bate n-avó disse...

Esta teoria é nova?!?:

http://www.veteranstoday.com/2014/07/26/mh-17-hoax-crash-site-evidence-reveals-no-boeing-777-engine/