Pesquisar neste blogue

sábado, dezembro 21, 2013

Vaticano aprova uma droga sintética que permite ver Jesus Cristo...

... e o orgão oficial da Nova Ordem Mundial atribuiu ao gestor da Corporação de controlo religioso a importância de "homem do ano". Compreende-se, quando a fome alastra, é urgente contratar alguém com jeitinho para consolar os esfomeados (com conversa, que é um produto barato)

Argumentando que "proporcionam aos jovens o acesso à Glória divina", o Vaticano acaba de aprovar uma droga sintética fabricada para permitir a quem a ingerir ver Jesus Cristo. O Vaticano tem virado as costas ao problema das drogas de forma consistente, mas talvez devessemos agora ver como elas nos podem ajudar", disse o padre Almunia, teólogo espanhol e porta-voz do Vaticano. Inquirido se "o Ecstasy é ruim, mas se embuido de alguma mística então passa a ser uma coisa boa?... Almunia responde que "vamos julgar esta questão com dois pesos e duas medidas por algum tempo", disse, citando o Papa, quando tentou apresentar a sua ideia na Cúria do Vaticano. Para garantir um alto grau de pureza, o próprio sumo-pontífice supervisiona todo o processo de síntese de pílulas que acto contínuo são abençoadas. O resultado é semelhante ao de Santa Teresa" mas mais intenso e com um mergulho menos pronunciado depois do "êxtase". Conforme explicou a fonte mencionada, o Santo Padre tem tentado testar as drogas ele mesmo antes de dar o aval para a sua distribuição. "Esta deixou-o encantado, afirmou ver Jesus e ter estado a conversar com ele. Então, desnudando-se insistiu em subir ao altar da Igreja de São Pedro e dar-lhe uma afectuoso passou bem", disse Almunia. Segundo acrescentou, Bergoglio passou quase duas horas nu agitando os braços e gritando "Dióoooos, Dioóoos". As pílulas, apelidadas de "Parúsías" serão distribuídas pelos sacerdotes às portas das igrejas. "A primeira é gratuita e, em seguida, como fica a ver Jesus e se fica convencido sobre a verdade do catolicismo, o crente terá de pagar as seguintes" uma vez que usufruiram de um serviço de esclarecimento pela Igreja.

Esta é então uma altura apropriada para falar de coisas sérias, por exemplo, de "Uccellacci e Uccillinni", literalmente, "Passarões e Passarinhos", uma obra de Pier Paolo Pasolini, onde até um corvo fala de coisas estranhas ao senso comum... (o filme completo aqui) 

2 comentários:

Anónimo disse...

Xatoo...vê lá se fumas só tabaco OK ?

P. Lopes

Paulo Jorge Ramos disse...

Olá,

tenho um blog sobre a historicidade de Jesus:

http://quem-escreveu-torto.blogspot.pt

Obrigado