Pesquisar neste blogue

terça-feira, julho 28, 2009

vai tomar Tamiflu?

Os meios de desinformação massiva semeiam o pânico com a chamada "gripe H1N1", enquanto os laboratórios detentores das patentes dos medicamentos começam a obter lucros milionários. Como se tratasse de cumprir um guião, o medo tem sido espalhado entre milhões de pessoas. O sistema mediático consegue que a tradicional gripe comum apareça vestida com as roupagens mortais, tal como interessa a uma poderosa multinacional farmacêutica que começa a vender massivamente o seu produto estrela: o Tamiflu. Um medicamento que é produzido com base fundamental numa planta denominada “Anis estrelado”. Em paises subdesenvolvidos como a Argentina o remédio esgotou-se de imediato, pese embora que cada caixa custe 30 euros. A gargalhada do assassino Donald Rumsfeld começa a ecoar pelo mundo inteiro...
¿ Sabia que os laboratórios norte americanos foram os que alertaram para a eficácia do Tamiflu (anti-viral para humanos) como remédio preventivo para a gripe suína?
¿ Sabia que o Tamiflu apenas alivia alguns sintomas da gripe comum?
¿ Sabia que a sua eficácia perante a gripe comum é questionada por grande parte da comunidade científica?
¿ Sabia que perante um suposto vírus mutante como se pensou ser o H5N1 e agora o H1N1 o Tamiflu apenas alivia a enfermidade?
¿ Sabe quem comercializa o Tamiflu? Os laboratórios Roche
¿ Sabe a quem comprou a Roche a patente do Tamiflu em 1996? À Gilead Sciences Inc.
¿ Sabe quem era o presidente da Gilead Sciences Inc. e ainda hoje o seu principal accionista? Donald Rumsfeld, ex-secretário de Estado da Defesa dos EUA.
¿ Sabia que Rumsfeld enquanto fez parte da administração Bush foi quem conduziu (inventou) o processo das armas biológicas e do antrax relacionado com o 11 de Setembro e o pretexto das armas biológicas que “fundamentou” a invasão do Iraque?
¿ Sabia que a base do Tamiflu é uma planta chamada “anis estrelado?
¿ Sabe quem tratou de adquirir cerca de 90 por cento da produção mundial desta planta?: a Roche
¿ Sabia qua as vendas de Tamiflu passaram de 254 milhões em 2004 para mais de 1.000 milhões em 2005 quando se declarou a “gripe das aves”?
¿ Calcula quanto milhões mais poderá ganhar a Roche nos próximos meses se este negócio do medo se mantiver?

O resumo do conto do vigário é o seguinte:
Os amigos de Bush decidem que um fármaco como o Tamiflu é a solução para uma pandemia que ainda não se tinha desenvolvido. Ora este produto não cura nem a gripe comum. Rumsfeld vende a patente do Tamiflu à Roche e esta multinacional paga-lhe uma fortuna quando a enfermidade não era ainda conhecida.
A Roche adquire 90 por cento da produção mundial de “anis estrelado”, a base do antivírico que recentemente se preparou para ser produzido em massa quando ainda não se falava em “gripe dos porcos” H1N1 (embora houvesse a experiência da gripe das aves H5N1). Os governos de todo o mundo são ameaçados com a pandemia, fazem o jogo das multinacionais e compram quantidades industriais do produto. Os contribuintes acabam pagando o medicamento e Rumsfeld e os seus apaniguados politicos prosperam com o negócio.

* Conheça a planta, o anis estrelado (Pimpinella anisum), com a qual se produz o Tamiflu

Existem alternativas simples para o pânico

O Dr. John Cannell, um professor de cirúrgia cardíaca na Universidade de Washington, recomenda vivamente que em vez de se tomar “shots” para a gripe, se insista numa dieta que potencia a ingestão de produtos ricos em Vitamina D (mais precisamente D3) - ver o video - Mas porque é que ninguém está a promover este modo de prevenção? Porque ele não faz dinheiro! Este elemento natural está presente em muitas fontes alimentares como o peixe (salmão e sardinhas), ovos, leite e óleo de fígado de bacalhau. E, pasme-se, a vitamina D é potenciada pela exposição do corpo à luz do sol, embora a propaganda relacione esta prática com o perigo de cancro, conquanto seja mais prejudicial a anemia e debilidade provocada pela pouca ou nenhuma exposição ao sol. Por outro lado, à medida que a política do Codex Alimentarius se solidifica, a vitamina D consensada em pílulas vai deixando de estar à venda nas lojas. Praticamente esta terapia foi abolida em doses elevadas porque senão o negócio hospitalar, que cada vez se pretende mais privatizável, estaria às moscas.

Informação Essencial sobre a Vitamina D: