Pesquisar neste blogue

quarta-feira, outubro 24, 2012

a Merkel e a Criação de Dinheiro

no sistema capitalista o Dinheiro é criado como Dívida. Se porventura um dia todas as dívidas fossem pagas, não haveria dinheiro para pagar os Juros

De facto, o dinheiro de referência global do Império é criado (desde a crise petrolifera dos anos 70, da desanexação do valor do dólar em relação ao ouro e na forma de dívida “vendida” a juros como investimento externo) sem qualquer relação com a economia real, muito menos em relação aos depósitos bancários (que em boa verdade nunca foram referência para uma quantidade de dinheiro emitido senão para 10% do valor registado como depósitos nos livros dos bancos (1). A modernissima sobreprodução de dólares que exporta a crise de sobre-Consumo dos EUA para o resto do mundo é que é a primeira causa da "crise". Os meios de produção instalados em excesso não encontram clientes com capacidade para adquirir os bens produzidos, e assim, cria-se e empresta-se dinheiro (2), exportando-o para o 3º Mundo e para a Europa, para que o consumo possa ser estimulado (3). Obviamente, os maiores beneficiários das decisões que condicionam a economia são tomadas em nome das grandes corporações multinacionais norte-americanas (4) e suas filiais que vão buscar, facturando com lucro, os dólares emprestados de volta. Que entretanto serviram para afogar os paises (os que estão por estes ajustes) em dívidas. E tudo o que se disser a jusante disto sem fazer referência a este paradigma não passa de mero ruido.


(1) Não há nada de mais errado do que a ideia de que o dinheiro que os bancos emprestam é proveniente dos depósitos, embora isto seja repetido à saciedade pelo "establisment", incluindo por economistas aparentemente menos idiotas como Paul Krugman; Por exemplo, o BCE não empresta o dinheiro aos Estados que lá o puseram. Empresta-o aos Bancos Privados (com o aval dos Bancos Centrais, entidades semi-privadas dos Estados) a juros de 0.75% (à Alemanha a 0,1%) que depois os voltam a re-emprestar a juros 5 ou 6 vezes superiores

(2) Em boa verdade é o velho esquema da Pirâmide de Ponzi – quando cessam de chegar novos clientes o esquema rebenta. Eis a Crise.

(3) a Reserva Federal dos Estados Unidos e o Banco de Inglaterra podem emitir moeda livremente na quantidade que lhes pareça apropriada aos seus interesses. Porém o Banco Central Europeu não pode emitir dinheiro desta forma. Está condicionado pelos seus estatutos (que herdou do Bundesbank). Porquê? Porque quem gere o “euro” é a Alemanha, e esta é, desde a sua “reconstrução económica” depois da guerra, um mero entreposto dos interesses das corporações dos Estados Unidos na Europa.
(4) Os Estados Unidos carregaram todo o Ouro que puderam levar da Alemanha depois da guerra. A Alemanha quer, pelo menos, 150 toneladas de volta


.

1 comentário:

nazia shah disse...

eu sou muito bom ver o seu blog e acho que é muito útil e muito informativo, eu estou indo para compartilhar isso no meu fb com meus amigos, esperança que você vai mantê-lo,
http://www.makemoney.pk/