Pesquisar neste blogue

sábado, novembro 08, 2014

os scripts mal enjorcados da Mac-Jihad do terrorismo-de-Estado norte americano

ampliar
O canal informativo RússiaToday, uma das fontes de notícias actualmente mais credíveis, ao amitir que Osama bin-Laden teve alguma ligação do o 11 de Setembro, acaba de engolir uma história falsa colocada cá fora pelo Pentágono para apoiar a fantasia que uma equipe SEAL matou Osama bin Laden, o qual deste modo morreu pela segunda vez em Abbottabad no Paquistão uma década após a sua primeira morte por doença.  Esta história falsa, juntamente com um livro falso de um suposto membro da equipe SEAL que também deu origem a um hollywoodesco filme falso (Zero Dark Thirty) tenta tornar verdadeira a história falsa de como o assassinato de Bin Laden teria sido perpetrado. A suposta morte de Bin Laden às mãos de um team SEAL é uma orquestração propagandistica cujo objectivo foi dar a Obama os louros de um herói aviado a conversa fiada do partido democrata, trabalhando na sua reeleição para o segundo mandato.
Osama bin Laden morreu em Dezembro de 2001, de insuficiência renal e outros problemas de saúde, depois de no seu último vídeo gravado ter negado qualquer responsabilidade pelo 11 de Setembro, aconselhando os norte-americanos a olhar para dentro do seu próprio governo. O próprio FBI afirmou que não há nenhuma evidência que Osama bin Laden tivesse sido responsável pelo "Nine-Eleven" (o nº 911 é o número da chamada de urgência nos Estados Unidos, para que possa facilmente ser enfiado na cuca dos telespectadores). A noticia da morte de Bin Laden apareceu numerosas vezes na imprensa estrangeira, nomeadamente a árabe, e até na Fox News. Ninguém pode sobreviver de insuficiência renal grave por uma década, sem tratamentos, e nenhuma máquina de diálise foi encontrada no suposto composto Abbottabad de Bin Laden uma década depois do seu obituário.
o silêncio é a alma do negócio
Além disso, ninguém entre a tripulação do navio a partir do qual a Casa Branca informou ter sepultado Bin-Laden no mar viu qualquer enterro nem mensagens de marines enviadas sobre um evento tão excepcional. Quer dizer, foi realizado um funeral a bordo de um navio no qual existem relógios constantes e centenas de homens da tripulação em alerta a todas as horas, e ninguém viu nada. Além disso, a história da Casa Branca do suposto assassinato de bin Laden mudou duas vezes nas primeiras 24 horas. A alegação de que Obama e seu governo assistiram à acção transmitida ao vivo das câmaras-video dos capacetes dos SEALs foi rapidamente abandonada, apesar da divulgação de uma foto de Obama com os seus agentes do Pentágono estar intensamente focada num aparelho de TV através do qual comprovadamente assistiam à acção ao vivo. O video dessa operação real nunca foi tornado público. Agora aparece Rob O’Neill a contar como foi - que foi ele que deu o tiro decisivo. O problema é que há outro compincha desta testemunha a dizer que não foi ele, fui eu. Até ao momento não há evidências de que esta trapalhada seja em nome da afirmação da administração Obama (não precisa). Talvez mostrar trabalho por parte dos republicanos. De qualquer modo, uns ou outros, a farsa não passa de alegações inventadas para mostrar serviço à massa que enforma o estúpido colectivo. (Ver a reportagem do canal RT e em especial os comentários dos leitores)

3 comentários:

Anónimo disse...

"Osama bin Laden morreu em Dezembro de 2001, de insuficiência renal e outros problemas de saúde, depois de no seu último vídeo gravado ter negado qualquer responsabilidade pelo 11 de Setembro, aconselhando os norte-americanos a olhar para dentro do seu próprio governo."



exactamente. Bin Laden está morto desde Dezembro de 2001.
aliás, ele já estava quase moribundo quando foi o 11/9. estava internado num hospital militar na secção de urologia, lá num buraco qualquer do Afeganistão.
e como se isso não bastasse, sempre foi um lacaio da cia, com o nickname de 'Tim Osman'.

a dita 'Al-Qaeda' não é mais do que uma base de dados em computador onde estão registados os nomes de vários radicais que são treinados e trabalham para operações do interesse dos EUA.
é só isso que é a 'Al-Qaeda' e não um grupo terrorista islâmico.

a foto que apresentaram da morte do Bin Laden é falsa, é uma junção de duas fotos diferentes, a parte de cima é a cabeça do Bin Laden, a parte de baixo já é a fronha de outro gajo qualquer.

Bin Laden negou envolvimento no ataque do 11/9 e mais: o único video em que ele 'admitiu' a autoria do ataque, era um fake qualquer do Bin Laden produzido pela cia, tudo filmado em estúdios.

o 11/9 foi a maior farsa do século XXI até agora...

xatoo disse...

e continua activa... e mata cada vez mais (isto foi ontem) http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/eua-atacam-grupos-rivais-do-estado-islamico-na-siria

António Casado disse...

Tudo se presta ao anticomunismo. Tudo presta nesta ditadura do capitalismo para criar o medo e ao mesmo tempo criar a ilusão de um herói. Tudo serve, até o povo acordar e ver o embuste que tem vivido, pois o tempo em que o enganavam com creditos e cartões já passou.