Pesquisar neste blogue

sexta-feira, julho 09, 2010

Ponto Media no Ciberjornalismo

Divulgado por António Granado (Blog revela escândalo em França) é um Web Site (1), conforme escreve o NewYorkTimes e não funcionários assalariados em jornais quem está a agitar o campo neocon de Sarkozy.

“Nas festas e jantares a conversa gira em torno do “Watergate Francês”, mas com uma pequena grande diferença: não são quaisquer Woodward ou Bernsteins dos jornais que estão por detrás da divulgação do enorme escândalo que atinge a presidência de Nicolas Sarkozy… são bloggers que trabalham na Internet. Um novo canal Web chamado Mediapart publicou esta semana o seu mais incendiário artigo até agora, acusando monsieur Sarkozy de receber donativos ilegais (150.000 euros líquidos) de Liliane Bettencourt, de 87 anos de idade, herdeira da fortuna da L`Oreal, durante a campanha eleitoral de 2007. No dia 16 de Junho, foram divulgadas escutas piratas de conversações entre a herdeira da L'Oréal com seus advogados, sugerindo que o ministro do Trabalho Woerth estava no centro de um conflito de interesse enquanto tesoureiro do partido da maioria UMP que recebeu o dinheiro. (fonte)

Bom,,, ao contrário do que sugerem Granado e o NYT não é bem um blogue, mas um jornal digital. Fundado há dois anos pelo ex-chefe de redacção do jornal francês Le Monde, o controverso esquerdista Edwy Plenel, o Mediapart é um dos jornais pioneiros da imprensa digital francesa, sendo sempre o primeiro veículo a publicar artigos constrangedores sobre o governo francês e o presidente Sarkozy. O Mediapart "acelerou” o seu crescimento em Junho ganhando mais 5.000 assinantes, explicou Edwy Plenel à AFP, o que soma quase 30.000, no total. O acesso ao site, que não tem publicidade, custa 9 euros por mês, ou 90 euros por ano. Compreende um jornal e um espaço participativo, emprega 25 jornalistas vindos do Le Monde, Libération, da Agence France-Presse ou de revistas (Télérama, Challenges...). O jornal online registou em 2009 um volume de negócios de 1,4 milhão de euros
.

4 comentários:

Anónimo disse...

L`Oreal fix and Gel!
fix and Gel!

a culpa foi do mordomo.
ahhh... Carlinha

por cá, tivemos o Tal&Qual e também o travestido jornal da manela bocagrande, agora...

Anónimo disse...

E aqui?Ná,nã se pode pq não temos jornalistas,temos é jornalêros!

Karocha disse...

http://infamias-karocha.blogspot.com/

Niet disse...

O Edwy Plenel é do melhor. Faz parte da geração de Ouro dos trotskistas do Le Monde. O Mediapart pertence a um dos membros, Xavier Niel, da troika que acaba de comprar o Le Monde...e, portanto, de o salvar das garras dos " sarkozistas ". Eles bem tentaram...e até tentaram comprometer o Cébrian.Niet